Resenha: Fazendo Meu Filme - A Estreia de Fani - Paula Pimenta

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Título: Fazendo Meu Filme - A Estreia de Fani
Autor: Paula Pimenta
Editora: Gutenberg
Gênero: Chick-lit, Romance, YA
Ano: 2009
Páginas: 327
Nota: ♥♥♥♥ (4/5)

Sinopse: Tudo muda na vida de Fani quando surge a oportunidade de fazer um intercâmbio e morar um ano em outro país. As reveladoras conversas por telefone ou MSN e os constantes bilhetinhos durante a aula passam a ter outro assunto: a viagem que se aproxima. 
“Fazendo meu filme” nos apresenta o fascinante universo de uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em um outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades. 

Sim, depois de muito ralar, ver preços, procurar em bibliotecas e sebos, perguntar a amigos e a inimigos sobre esse livro, eu conseguir pegar um exemplar emprestado com uma colega minha. (um exemplar todo surrado, mas ainda assim.)

Fazendo Meu Filme - A Estreia de Fani conta  como a vida de Estefânia Fani, uma adolescente de 16 anos viciada em filmes, muda quando surge a oportunidade de fazer intercâmbio e passar um ano em outro país. Contado do ponto de vista de Fani, a possibilidade de um intercâmbio fazem surgir e sumir romances, intrigas, brigas, voltas, traições, descobertas, etc., etc., etc...

O que mais me chamou atenção em Fazendo Meu Filme foi a estória se passar no Brasil. Eu sou uma fã da Meg Cabot, e ela escrever chick-lits e romances para adolescentes, mas nunca consigo me identificar exatamente com as situações vividas pelas personagens de Cabot, porque é uma situação completamente diferente daqui do Brasil. Com Fazendo Meu Filme, eu pude me sentir bem mais entrosada com a situação mesmo que eu ainda não esteja no ensino médio.

Outra coisa que amei foram os personagens: a Fani em si achei meio sem-graça, mas eu me identifiquei tanto com a Gabi! Senti muito raiva de certos personagens, tanta que é incrível que alguém possa sentir esse tipo de ódio por alguém que não existe. E - Deus me ajude - adicionei mais um marido literário para a lista: o fofo do Leo.

[Acho que tenho um fetiche por Leo's, sendo que meu marido literário nº 1 é o Leo Valdez de Heróis do Olimpo. Enfim, isso não interessa, certo?]

Todos os personagens têm aquele jeitinho brasileiro, que você não vê em chick-lits estrangeiras. O que também foi uma das coisas que eu gostei.

Porém, não tem 5/5 porque, por mais que eu ame chick-lits adolescentes, eu tenho que admitir que elas são bem idiotas. Tipo, a Fani pensava em qualquer explicação para os seus problemas, exceto o óbvio e com sentido. Ah, mas Hannah, isso é coisa de aborrescente, não-sei-mais-o-quê. Não me interessa. Eu sou adolescente, e eu tenho amigas que são adolescentes, que pensam mais logicamente do que a Fani.

Mas, fora essa estupidez que geralmente envolve chick-lits (não que eu não goste - acho que é o que dá vida a esse tipo de livro, mas tenho que admitir que fico com raiva às vezes), o livro é MUITO bom e merece ser lido. A Paula Pimenta realmente merece ser a nova queridinha das adolescentes brasileiras, porque a escrita dela é muito fluída e fácil de ler. Ela te prende do começo ao fim e têm aquele gostinho de juventude. Tanto que eu li o livro em, acho, três dias, senão menos. 

Além disso, o livro têm uma diamagração linda, com fontes de letras alterando quando os personagens trocam bilhetinhos, conversas de MSN transcritas e as citações de filmes no início de cada capítulo. A capa é maravilhosa e o livro não têm quase nenhum erro de revisão. A única coisa que me incomodou foi o uso excessivo de pontos de interrogação ou exclamação em algumas frases. Mas fora isso, perfeito.

Posso dizer que achei Fazendo Meu Filme - A Estreia de Fani um livro ótimo, fácil de ler e com a fórmula certa para rir, chorar e se emocionar.

Kisses,

3 comentários :

  1. Oi Hannah, confesso que esse "bem idiota" que você colocou na sua resenha é um dos motivos pelos quais não tenho vontade de ler essa série, porque é justamente essa impressão que tenho, que vou ler, que até vai ser legal, mas que vai ter aquele dramalhão adolescente bem idiota e não tenho saco para isso. Mas, quem sabe um dia eu não dê o braço a torcer? Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  2. Oi adorei a postagem!
    Tem um selinho lá no meu blog para você, espero que responda.

    Kisses,

    Letícia - http://diario-sem-cadeado19.blogspot.com.br/2013/08/selinho-versatile-blogger-award.html

    ResponderExcluir
  3. Hannah,

    Você está de parabéns por sua dedicação.
    Não é todo mundo que consegue colocar as idéias no papel de forma natural e explicativa.
    Tive a oportunidade de ler uma de suas fanfics sobre Harry Potter e gostei muito da forma como você descreveu o ambiente e as personagens.
    Continue assim.

    beijos,

    Vanessa

    ResponderExcluir

Deixe um comentário! Não se esqueça de pôr o link do seu blog (caso você tenha um, é claro) para eu dar uma olhadinha lá depois.
Kisses!