Livro | A Droga da Obediência - Pedro Bandeira

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Título: A Droga da Obediência
Autor: Pedro Bandeira
Editora: Moderna/Ática
Páginas: 190
Gênero: Infanto-Juvenil, Aventura
Ano: 1984
Nota: ♥♥♥♥ (4/5)

Sinopse: Num clima de muito mistério e suspense, os Karas, um grupo secreto de prodígios do Colégio Elite, enfrentam uma trama macabra internacional que está testando uma perigosa droga em adolescentes dos melhores colégios de São Paulo. Uma droga que pretende reduzir a humanidade à obediência absoluta e aos desígnios do sinistro Doutor Q.I.





Oi gente :) Antes de começar a resenha, eu queria avisar que agora minhas aulas começaram e eu já estou atolada de tarefa e por isso talvez eu pare de postar com tanta frequência. Além do mais, atacou uma falta de inspiração nos últimos dias, mas vou inventar alguma coisa pra trazê-la de volta ^-^

Estava pensando que, bem, não estive falando muito de livros ultimamente do blog, então resolvi resenhar A Droga da Obediência, do Pedro Bandeira. Eu li esse livro na escola ano passado porque a professora obrigou e acabei gostando muito (obrigada, professora).  

Em A Droga da Obediência, somos apresentados aos Karas: Miguel, o líder, Crânio, o gênio, Calú, o ator e Magrí, a esportista, um grupo de alunos "especiais" do Colégio Elite em São Paulo que se metem em confusões e depois se livram delas. No livro, adolescentes das melhor escolar de SP estão desaparecendo, e os Karas decidem que devem investigar isso. Assim, eles vão desvendando o mistério, com a ajuda de Chumbinho, um "pirralho" que entra no meio da história, e ficam estupefatos com o que descobrem.

A Droga da Obediência é o primeiro livro da série Os Karas, do Pedro Bandeira, que é um escritor praticamente clássico quando se trata de literatura infanto-juvenil brasileira. E com razão! Mesmo tendo sido escrito há quase trinta anos, eu consegui me identificar perfeitamente com os livros dele.

Os personagens que ele cria são incríveis, talentosos e inteligente além de super shippáveis, mas sem deixar de serem, sabe... Adolescentes. O Miguel tem uma habilidade nata para a liderança e se preocupa muito com seus amigos. O Calú é um mestre dos disfarces, todo brincalhão e o típico amigo "estou-aqui-se-precisar". A Magrí é a única menina e a esportista da turma. Ela literalmente consegue se pendurar em uma janela pra escutar a conversa alheia, então eu adoro ela. O Crânio é, lógico, o gênio da turma e o meu preferido, por ser inteligente e persistente e super shippável com a Magrí. Temos também o Chumbinho, que é mais novinho e "fã" dos Karas, e por isso acaba se metendo no meio.

A escrita do livro é ótima, fácil de entender e faz a gente ler o livro em uma sentada. O enredo é simples e bem corrido, e admito que isso me incomodou um pouco: eu não queria que o livro acabasse! A história é bem pensada e te prende, então, depois dessa, eu fiquei mega fã do Pedro Bandeira.

A diagramação é bem simples e as capas também. Eu estou lendo a série emprestada da biblioteca, e é a capa antiga. A antiga também é legal, mas eu prefiro a nova, que apesar de simples, é linda.

Eu confesso que sou eternamente grata à minha professora de Literatura que me mandou ler A Droga da Obediência, porque eu simplesmente amei o livro. Sim, ele é cheio de clichês e bem previsível, mas nem por isso deixa de ser bom. Eu recomendo muito o livro para todo mundo, porque além de ter uma história incrível e ser uma ótima introdução de série, A Droga da Obediência tem umas mensagens bem legais, de amizade, de persistência, de liberdade de expressão e lutar pelo que é certo. 

Basicamente: leiam os livros do Pedro Bandeira

Kisses,

2 comentários :

  1. Olá Milla, tudo bem? Te indiquei para responder uma tag super bacana em meu blog, caso já não tenha respondido. Para ver como funciona é só vir aqui Blog {Hello Smile} ♥. Um beijo, Jéssica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéssica, obrigada pela tag, gostei bastante e vou responder assim que der! Kisses!

      Excluir

Deixe um comentário! Não se esqueça de pôr o link do seu blog (caso você tenha um, é claro) para eu dar uma olhadinha lá depois.
Kisses!