Livro | Maze Runner: Correr ou Morrer

terça-feira, 24 de junho de 2014

Título: Maze Runner: Correr ou Morrer
Autor: James Dashner
Editora: V&R
Páginas: 426
Gênero: Ficção Científica, YA, Mistério/Thriller
Ano: 2009
Nota: ♥♥♥♥♥ (5/5)

Sinopse: Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho. Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar - chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo. Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito. 


A série Maze Runner chegou aos meus ouvidos pela primeira vez em um evento da editora Seguinte em que eu ganhei o livro Infinity Ring - Um Motim no Tempo, do James Dashner, e as moças do evento falaram para a gente sobre a série mais famosa do autor, The Maze Runner. Depois que li o Infinity Ring, me encantei pelo autor e saí caçando por outros livros dele. Correr ou Morrer estava na minha lista desde agosto de 2013, e agora eu finalmente o tenho em mãos. Realmente não tenho palavras para esse livro. Ainda estou tentando organizar meus pensamentos para fazer essa resenha... Mas vamos lá.

O livro inicia com o nosso protagonista Thomas acordando completamente desnorteado em um elevador em movimento, sem nenhuma memória de como foi parar lá e o que fazia antes - a única coisa que está clara em sua memória são como o mundo era e o seu nome. Quando o elevador finalmente para e as portas são abertas, Thomas sai para sua nova vida, em um lugar chamado de Clareira, cercado por muros de mais de 100 metros de altura, que toda manhã se abrem e toda noite se fecham, desfiando todas as leis da física.

Aparentemente, todos por lá estão na mesma situação que Thomas: sem memória e sem ideia do porque estão lá. Mas eles se esforçam para sobreviver e achar uma saída. A rotina da Clareira, porém, é alterada completamente com a chegada de Thomas, e, pouco depois, de uma garota, trazendo uma mensagem aterrorizante consigo: Ela é a última. O desespero começa a crescer pela Clareira, e cada vez mais Thomas tem certeza de uma coisa: eles tinham que encontrar logo uma saída.

"Corra como se a sua vida dependesse disso. Porque depende."

Sabe aquele livro que te deixa com os olhos arregalados, o rosto contorcido de angústia e o coração acelerado? Tenho orgulho em dizer que Maze Runner foi o primeiro livro a fazer isso comigo. Do começo ao fim esse livro não parou de me surpreender, de me deixar tensionada, de me deixar em uma expectativa enorme. Nunca li um livro que fizesse isso comigo em tamanha intensidade como Correr ou Morrer fez.

Eu já sabia que a escrita de James Dashner era incrível e envolvente, mas não fazia ideia que ele era capaz de escrever uma história tão intensa. Se fosse para descrever Maze Runner em uma palavra, essa seria ela: intensa. A narração te deixa morrendo de expectativa e algumas cenas são completamente angustiantes.

Também adorei os personagens: o Thomas em si é meio bleh (a maior parte do livro ele só levou tirada dos veteranos), mas adorei o Newt e o Minho meu bias e a garota, Teresa ♥ Também gostei muito do Chuck, embora tenha demorado muito para perceber ;-; Todos eles são bem estruturados e especialmente, humanos. Várias vezes quando lia um livro na mesma linha de Maze Runner (como livros utópicos ou distópicos) estranhava como os personagens eram sempre tão fortes e seguros do que fazer. Em Maze Runner os personagens constantemente sentem medo, e nunca estão completamente certos sobre o próximo passo, como eu tenho certeza que eu faria se estivesse no lugar deles.

"- Mas que droga, estou com medo.
- Mas que droga, você é humano. Então tem de estar com medo"

O livro é bem grande, mas diferentes de vários livros grandes que eu já li, a narrativa não é arrastada e não há momentos de tédio em que não se acontece nada. O livro inteiro é eletrizante, com um acontecimento impactante atrás do outro. O final é simplesmente... Ah, não tenho nem palavras para descrever. É o tipo que você tem que ler para entender. O final me deixou curiosa pela continuação, Prova de Fogo, mas o epílogo me matou. Literalmente. Eu caí no chão xingando o livro por fazer aquilo comigo.

Maze Runner: Correr ou Morrer é a introdução a uma série sem ficar enrolado e deixando uma expectativa enorme para os próximos livros. Ele é um livro emocionante, intenso, feito para te deixar de queixo caído. Fazia meses que eu não lia um livro tão incrível. Não tenho nada de negativo para falar sobre esse livro, e até onde vi, ninguém mais tem. Recomendo. Recomendo muito, muito, muito. Não vai se arrepender.

6 comentários :

  1. Como você consegue ser tão má a ponto de me recomendar um livro? Isso é ter maldade nas veias!
    Você falou tão bem dele que acho que vou procurar para baixar em PDF porque a pessoa aqui está sem dinheiro até sabe-se lá quando e quando eu tiver já tenho minha listinha (lê-se uma lista quase sem fim) de livros para comprar. E lá vamos nós de novo: Pobre é uma merda.
    Nunca tinha ouvido falar desse livro, parece ser muito bom. Adoro livros que não te deixam relaxar, são tão bons.
    Vou indo...
    ~Kissus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ashuahsussh, mas eu sou uma má legal ;w;
      Bom, eu comecei a ler ele em PDF, então se você animar acho que dá para ler :v Eu também estou sem dinheiro, mas em outubro minha mãe diz que já vai poder comprar coisas de novo e em outubro também é meu aniversário, daí ninguém me segura!
      Por enquanto, não é um livro muito conhecido, mas quando o filme lançar em setembro acho que vai bombar :P O livro é muito bom (como se eu já não tivesse deixado isso claro), se der, leia!

      Excluir
  2. Histórias que fazem você desejar cada linha, vale muito a pena a leitura e pela sinopse o livro parece ser ótimo, me interessei muito pelo livro... outro que me chamou a atenção pela sinopse e pela capa tmb foi o livro 'É melhor não saber', que é excelente!

    http://animesjaychan.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, essas histórias são incríveis, você imerge completamente nelas, e esse foi o caso de Maze Runner. A cada página você fica mais na expectativa pela próxima :D Dei uma pesquisada rápida neste É melhor não saber, parece ótimo! Já entrou para a minha lista :)

      Excluir
  3. Já li vários livros que me deixaram com o coração na boca, muitos deles. Esse parece ser muito bom, eu nunca havia parado pra ver nem a sinopse. Certo que eu conhecia ele já, mas só pela capa. Não sabia que era tão bom. São poucos os livros que me deixaram com vontade de bater no primeiro que eu visse (A Elite e A Escolha estão aí pra provar), mas eu queria bem mais.
    Amei a resenha!
    photo-and-coffee.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não tive isso :\ São poucos livros que me deixam tão angustiada, e Maze Runner foi definitivamente o que me deixou mais. Sim, ele é ótimo! Recomendo muito, é bem escrito, intenso, adorei \o/
      A Seleção não me deixou nervosa, eu achei ele bem previsível (mas ainda assim ótimo)... Maze Runner foi outra história. A cada palavra eu ficava mais tensa, e como eu já disse antes, tudo que faz isso comigo merece minha admiração :D

      Excluir

Deixe um comentário! Não se esqueça de pôr o link do seu blog (caso você tenha um, é claro) para eu dar uma olhadinha lá depois.
Kisses!