642 coisas sobre as quais escrever #4

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Imagem de abertura super hipster conceitual urban alternativa pra vocês ♥

Ayo! Como está indo o feriadão de vocês? ♥ Passei o dia inteiro ontem assistindo filmes de comédia romântica na Fox e Cinemax, e hoje não está sendo muito diferente -q Vou aproveitar o feriado para por algumas séries em dia - vou terminar Once Upon a Time com a minha mãe e também quero assistir todos os episódios de Nowhere Boys, uma série incrível que descobri no Netflix (e recomendável, tá gente?) ♥

Por hoje trouxe um textinho simples do projeto 642 coisas sobre as quais escrever. Let's go! \o/

27. Como escritores com "bloqueio" se sentem?

Capítulo 1


~

Mexo no meu cabelo e brinco um pouco com as mechas, torcendo a boca. O pisca-pisca das palavras não escritas me irrita profundamente. Escrevo um pouco. Deleto, volto a torcer a boca e junto as mãos embaixo do queixo, ao melhor estilo Sherlock Holmes. Exceto que aqui não estou desvendando um crime. Estou tentando escrever sobre um.

Tiro os óculos e paro um pouco, ouvindo a música que começou a tocar na playlist. Ela é feliz e animada, mas há algo de amargo e odioso na melodia - mais ou menos como minha relação com a escrita, honestamente. Eu amo escrever, é claro, mas em momentos como esse a prática me deixa amarga e completamente irritada comigo mesma.

- Aish - suspiro. Volto a encarar a barrinha piscante. Em um surto de raiva, aponto para ela e digo: - Você está rindo de mim? Eu sei que está. Sou ridícula. Você também.

Ela não respondeu, obviamente. Estranho seria se tal coisa acontecesse. Ah, como ela me irrita! O pisca-pisca continua e fico com vontade de acertar alguma coisa no computador. Que agonia. Abro uma página qualquer na internet para me distrair. Dou uma olhadinha na página por alguns segundos, mas logo volto a confrontar a barrinha. Sinto que ela me encara de volta. Estou ficando maluca.

- It's over! It's over! So baby goodbye! - canto baixinho junto à música, tentando me distrair um pouco da irritação que começou a borbulhar dentro de mim - I say, I say...

Penso mais um pouquinho. A música já acabou e agora estou ouvindo algum rap com bastante energia. Mordo os lábios, sorrio um pouco, fico séria e volta à posição Sherlock Holmes. Repenso a frase que pretendo digitar. Não, isso soa muito ambíguo, ninguém vai entender direito. Existe alguma outra maneira de refazer a frase? Não, acho que simplesmente não vou escrever essa cena.

- This is for all the bad girls around the world... - digo junto à música. 

E assim vai. Não sei o que escrever. Não sei o que escrever. Não sei o que escrever.

Acho que não é possível ser uma escritora sem ser um pouquinho louca.


This is it! Gente, vocês não imaginam como eu imergi nesse texto. Enquanto escrevia sobre a personagem ficando irritada, eu mesma fiquei com raiva e uma agonia enorme. Se vocês também se sentiram assim lendo o texto, sinto muito, de verdade.

O texto ficou curto, mas fiquei satisfeita com ele e até me ajudou a extravasar um pouco minha irritação com a dificuldade para escrever que tenho tido. Tho, agora estou literalmente puxando os  cabelos de raiva e acho que não vou escrever mais por hoje -q

É. Bye bye~

10 comentários :

  1. Hannah-chaaaan <3 Tudo bem? Awn, obrigada por desejar os parabéns pra mim e pela plaquinha fofa que você fez *w* Bom, eu já agradeci por isso, mas enfim, agradeço de novo. Fico felicíssima em saber que cabulou um tempo dos estudos pra vir na festa do Hishoku, hahaha! XD

    Poxa, eu fiquei super agoniada com aquela barrinha piscando e com esse texto - lembrei de mim escrevendo meus relatórios, e fiquei pensando nos que vêm por aí que eu nem gosto também -qqq mas fazer o quê, eu e minha vida de bolsista. >:
    Será que essa sua "ressaca" da escrita tem algo a ver com a escola ou sei lá? Bom, a faculdade é o que mais me prejudica quanto à isso. XD Eu só espero que você não fique careca! :x HUASHUASHUHUSHUASU

    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Shanaaa <3 Não foi nada, de verdade, você merece! Haha, sim, quando o assunto é aniversário de alguém eu dou uma folguinha, acho que todo mundo merece se sentir amado ♥
      Haha, espero que isso signifique que eu sou boa escritora! Também sinto isso com meus trabalhos de escola, exceto que os trabalhos eu não gosto tanto assim de fazer -qq
      Olha, acho que tem sim... Até porque nos últimos tempos o colégio ficou bem mais puxado e esse ano vou ter muita pressão pra conseguir bolsas pro ensino médio~ Nem quero saber como vou estar na faculdade XD

      Excluir
  2. Yoo Mila-chan!
    O meu feriadão está sendo bem chato, tudo que eu faço é estudar e terminar o trabalho de português.
    Amei o texto. O estranho é que eu faço praticamente tudo que está escrito aí, o bloqueio criativo é uma das coisas mais perturbadoras na vida de um escritor.
    Visita? http://darkrss.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yo Nathy ♥
      Também tive que passar um dia só fazendo dever de casa, é realmente chato D:
      Que bom que gostou ♥ Haha, sério? Eu lido com o bloqueio do meu próprio jeito esquisito, mas não sabia que era assim para todo mundo -qq Bloqueio criativa é horrível mesmo x.x

      Excluir
  3. meu feriado tá um tédio só, minha última salvação é o blogspot hahah >.<
    adorei o texto ficou muito bom ^^
    Cara to XONADA no seu blog, tem um layout super lindo e um ótimo conteúdo <3
    dá uma passadinha no meu blog? e se gostar segue? já estou seguindo seu cantinho u.u
    aceita afiliação flor? ^^
    kissus u3u
    http://girlzofunicornland.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha, meu feriado só não foi muito tedioso porque eu tinha um monte de filmes para assistir aqui~
      Awn, obrigada ♥
      Aceito a afiliação sim :3

      Excluir
  4. Oi!
    Conheço o 642 coisas, mas ainda não me arrisquei com o projeto.
    ENFIM, SEU TEXTO. Amei, amei, amei. Me identifiquei em alguns momentos e também me senti irritada/agoniada/frustrada lendo, haha. Você, com certeza, passou as emoções de um bloqueio com maestria! Esperando mais escrita criativa como essa!
    Abraços~

    ~ Nankin Dust

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! o/
      Se você gosta de escrever, ele é ótimo~ Mas está sendo bom pra mim para eu voltar a escrever, já que eu tinha feito uma pausa.
      Wow, obrigada ♥ Que bom que gostou, sério. Ainda bem que minhas habilidades de escrita não estão tão enferrujadas como eu pensava, haha! Obrigada pelos elogios ♥

      Excluir
  5. Amei seu texto. Sério. Foi um dos melhores que você já escreveu, de verdade. Os melhores textos são aqueles que você escreve do nada, e fica absorto nele. Totalmente sem querer. Enquanto eu lia, vi que você tinha ficado absolvida na escrita, e isso o fez ficar tão original que eu simplesmente amei. Você tem muito talento, Hannah. E eu amo quando você o põe pra fora, sempre de uma maneira incrível.
    ~ Nan na ppeun gi ji bae na nan na ppeun gi ji bae ~
    photo-and-coffee.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn, obrigada ♥ Também senti isso quando o terminei, fiquei orgulhosa. Só fiquei com medo de toda essa "transeferência de emoções" só ter acontecido comigo, mas aparentemente não foi, haha! Muuuuito obrigada pelos elogios, Belle, isso é incrível vindo de você, que é alguém que eu admiro como escritora ♥
      ~ E coloquei The Baddest Female para tocar porque lembrei de você enquanto escrevia, HAHA! ~

      Excluir

Deixe um comentário! Não se esqueça de pôr o link do seu blog (caso você tenha um, é claro) para eu dar uma olhadinha lá depois.
Kisses!