642 coisas sobre as quais escrever #5

sexta-feira, 12 de junho de 2015


Ayo! Feliz dia dos namorados pra quem tem namorado e feliz noite de sexta pra quem não tem )o) *apanha* Assisti alguns episódios de Orphan Black - minha mais nova série amorzinho do Netflix - comendo pipoca e sendo feliz. O que compensa todo o estresse que tive que passar hoje na escola e__e"

Queria postar algo hoje, mas como não tinha tempo pra nada elaborado, aqui estou com um textinho do querido porém abandonado projeto 642 coisas sobre as quais escrever. Não esperava muito do texto, mas acabei ficando bem satisfeita com ele ♥


174. Você acabou de ser contratado(a) e virou um(a) conselheiro(a) de suicídio por telefone (as pessoas ligam quando querem cometer algo perigoso contra elas mesmas). Descreva como você se sente durante a sua primeira chamada.

- Alô?
A voz do outro lado da linha treme de leve.
- Aqui é a sua conselheira. Pode me chamar de Ali se quiser - respondo, colocando o telefone em alto-falante e me recostando na cadeira. Era minha primeira ligação. Se eu fizesse besteira agora, estava fora de questão ganhar meu salário. 
Era um trabalho estúpido, mas fazer o quê? Eu tinha certa experiência com crises existenciais, afinal.
- Eu tenho pensado em me matar.
- Sim, eu sei, é por isso que você ligou. Comece a falar.
- Tenho me sentido vazia. Não sei por quê estou neste mundo, e tenho medo de descobrir e ser algo realmente estúpido.
- Ah, querida. Todos nós sentimos assi-
- Não, você não entende!
Reviro os olhos de leve. Lá vem.
- Ninguém me entende. Eu sinto que nasci no mundo errado, eu preciso renascer!
- Quando anos você tem?
A pergunta parece pegá-la de surpresa. Ela fica alguns segundos sem dizer nada. Então eu continuo:
- Deixa eu adivinhar, então. Não passa dos  16 anos, aposto. 
- Pare.
- Não viveu nada além de paixonites secretas e brincadeiras de verdade ou consequência que deram ruim. 
- Você não sabe de nada sobre mim.
- Você nunca viu o nascer ou o pôr do sol, nunca viu o mundo perder sua cor e ganhá-la novamente.Aposto que tudo que você compartilha no Facebook são frases dizendo "Amar dói" e seus variantes, o que me faz ter certeza que você nunca amou plenamente. Você não fez nem metade das coisas que a vida te oferece, porque está muito ocupada dizendo que a vida é difícil.
- Você não está ajudando!
Ela estava berrando, chorando, esperneando como uma criança. Porque era isso que ela era: uma criança, pouco vivida e sem nenhuma ideia do que estava falando.
- Eu estou tentando, e é pra isso que sou paga.
- E você, hein? Por acaso você viu o pôr do sol, se apaixonou ou qualquer uma dessas merdas? Você por acaso é tão vivida, viajada, interessante?
Por um segundo fico quieta. Posso ouví-la fungando e tremendo de raiva. A verdade era que essas pessoas não ligavam para recuperar forças - elas procuravam apenas alguém que as bajulasse e tivesse pena delas.
Eu sabia disso mais do que ninguém, porque eu já fui uma delas.
- Não, eu não sou vivida. Eu nunca me apaixonei, trabalho durante o pôr do sol e estou no sono mais profundo durante o nascer. Mas eu não estou pensando em me matar, porque eu ainda tenho muito tempo pela frente pra tentar fazer essas coisas.
Ela fica quieta. Passam-se alguns minutos. Aquela ligação estava longa. Era bom que minha empresa pagasse a conta.
- Foda-se. Só vou te ouvir quando ver o seu diploma de Psicologia.
Ela encerrou a ligação antes que eu pudesse responder o que tinha mente. "E eu poderia dizer o mesmo".
É quase meia-noite. A garota deve ter ligado quando seus pais não estavam olhando e agora deve ter ido dormir chorando.
Como eu disse, eu sei disso melhor do que ninguém. Se ela não tivesse perdido a paciência, eu poderia ter dito isso a ela. Poderia ter dito que eu sei como é se sentir mal consigo mesmo.
E também poderia ter dito que é possível voltar a se sentir bem.

Ouvindo: Shatter Me - Lindsey Stirling feat. Lzzy Hale

Então, amiguinhos. Acabei imergindo completamente na escrita desse texto. Comecei escrevendo poucas palavras, apagando, começando de novo, daí o tempo foi passando e quando fui ver já tinha uma página inteira. Fazia muito tempo que eu não escrevia fluidamente assim, então YAAAAY, esse projeto está ajudando ♥ Mas apesar de ter gostado do texto, sei que devo ter soado arrogante ou pretensiosa 8D

Edit rápido para evitar mal-entendidos! Gente, não me entendam errado: não estou dizendo que todos que pensam em suicídio são carentes! Não, depressão, crise existencial, são casos sérios, mas no meio em que eu convivo, em que dizer que sofre muito virou moda, gente querendo atenção é o que mais vejo. Eu mesmo me aproveitei da minha crise existencial pra ficar choramingando e pedindo atenção - e não me orgulho nem um pouco disso.
Ah, aviso! As meninas que venceram as coisinhas da nossa Mega Comemoração finalmente foram divulgadas ali na sidebar, logo abaixo do gadget dos afiliados, e vão ficar lá até o dia 12 de julho ♥

E sobre o layout: infelizmente ou não, o Meu Mundo vai ter que ficar com a decoração de aniversário por mais um tempinho. Eu sou burra e só comecei a fazer o novo theme agora, e como eu quero tentar algo mais elaborado, pode demorar )o)

 This is it ♥

10 comentários :

  1. Esse projeto parece muito interessante. Vou procurá-lo para fazer também!

    "Eu sabia disso mais do que ninguém, porque eu já fui uma delas", pois então, se eu tivesse ligado e ouvisse algo assim teria feito o pior. Minha irmã e eu temos pensamentos diferentes também e sempre digo a ela que nesses momentos tudo o que eu gostaria de ter ouvido era um "vai ficar tudo bem, acalme-se"... Mas cada um tem um jeito de absorver melhor as coisas xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é bem legal mesmo! Já li o seu textinho, que bom que você também se aventurou nele haha' ^-^
      É, eu sei que fui meio *cof* MUITO *cof* bruta. Mas essa crítica é para as pessoas que ficam de coitadismo, sabe? Agora estou relendo o texto e não sei, sinto que escrevi muita besteira DX Como você disse, cada um tem seu jeito de ver as coisas e acho que o meu é um pouco distorcido 8D

      Excluir
  2. Olha, se eu fosse a menina, ia ter me matada depois dessa conversa, HAHAHAHAHAHA XDDD QUE TAPA NA CARA, HANNAH! Mas é verdade que muitas vezes as pessoas se fazem de sofridas pra receber elogios, e isso me irrita também. As vezes me incomoda saber que tem gente sofrendo abuso e violência, e vem menininha de 13 anos chorar e dizer que vai se matar porque o namorado-amor-da-minha-vida-razão-da-existencia terminou com ela porque ela é, se lá, pirralha? É muito egocentrismo pra mim, licença gente.
    Mas de fato existem os serviços pra impedir suicídios, inclusive um que trabalha com o facebook, e tem muito essa ideia de conter e tentar manter a pessoa na linha até que ela se acalme. Eu por exemplo procuraria investigar mais do pano de fundo dela, as vezes a gente descobre algo interessante. :o

    To ansiosíssima pro novo layout, e bem feliz que gostou do meu <3 tá todo mundo adorando, e eu achei ele tão, tão, tãããão simples, hahahaha!

    Beijo :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AGORA EU VEJO ISSO! DESCULPA, MENINA DO TEXTO </3
      Eu tenho uma visão muito ruim desse coitadismo, porque já fiz isso e hoje me arrependo pra caramba. Eu odeio garotas de 13 anos que vêm pra mim dizendo "minha vida é horrível", mas tem um monte de amigos, namoradinho e os pais dão tudo pra ela. Dá uma vontade de dar um tapa na cara literalmente 8D
      Eu não sabia sobre esses serviços, achei até interessante - claro que se fosse trabalhar nisso seria um desastre xD Mas pra quem sofre mesmo, é algo muito bom. Sobre o pano de fundo da garota, eu quis que ela fosse uma mimada chorona mesmo HAHAH 8D

      Excluir
  3. Adorei o texto! Tentei fazer esse projeto ano passado, mas minha escrita tava horrível, acho que melhorou um pouquinho... Acho que vou tentar de novo em breve!
    Nunca passei por isso, apesar de já ter visto minha mãe passar (nem lembro direito, eu era bem pequena), mas tá tudo bem agora c:
    Tô muita ansiosa para o próximo layout, sempre gosto dos seus, principalmente dos themes! Quero muito mudar o layout lá do blog, só tô sem criatividade ;-;
    Kisses!
    http://camilaland.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! Ainda acho que escrevi besteira, mas foi besteira bem-escrita -qq Tente de novo! Dessa vez, escreva sem medo, deixe as palavras fluírem ;)
      Ainda bem que tudo deu certo com a sua mãe! Sei que tem pessoas que sofrem de verdade com isso, mas eu vejo em maioria pré-adolescentes querendo atenção, daí escrevi o texto 8D

      Excluir
  4. Depois de ter visto vários textos maravilhosos seus, eu resolvi voltar a fazer o 642 coisas sobre as quais escrever. Escrevi um texto, mas não ficou lá essas coisas, então vou tentar de novo.
    Hannah, quando você escreve fluentemente, seus textos ficam incríveis. O problema é que você leva o tema ao pé da letra,não pensa em um significado diferente para aquilo. Mesmo assim, escreve maravilhosamente bem. Eu concordo com seu texto. Por isso detesto adolescentes: eles são cheios dos direitos e nenhum dos deveres. Acham que, se todos fazem, é um dever fazer também. Detesto muito esse tipo de coisa.
    Continue escrevendo, eu adoro ler seus textos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uau! Que bom que eu te animei de volta ♥ Você escreve muito, Belle. Posso dizer sem medo que leria até sua lista de supermercado 8D
      Eu gosto de levar ao pé da letra. Não gosto de complicar as coisas, criar metáforas e pá... Acho que meu estilo é ser bem direta mesmo >.< Adolescentes carentes são bem irritantes mesmo. Mas pelo menos é só isso: são só irritantes; eles só não conhecem nada do mundo e por isso acham que podem fazer de tudo. Era isso que eu queria criticar ;)
      Awn, obrigada ♥

      Excluir
  5. Uau, há quanto tempo cá não venho! Mas ainda ando ocupada e terei de comentar decentemente mais tarde. Gostava de a convidar para particopar num projeto que eu, a Hinata e a Snow criamos, mais informações no link :) http://bau-de-estrelas.blogspot.pt/p/ola-e-bem-vindo-um-blog-que-tem-um.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não apareço há eras lá no Forever Sapo :c Mas tento ler todos os posts! Adorei a resenha de Assassins Creed. Eu conhecia pouco, mas agora fiquei interessada >.<
      Amei o projeto! Está faltando coisinhas legais assim na web~ Vamos lá fazer nosso post de FMA )o)

      Excluir

Deixe um comentário! Não se esqueça de pôr o link do seu blog (caso você tenha um, é claro) para eu dar uma olhadinha lá depois.
Kisses!