Happy Potter Day ♥

sexta-feira, 31 de julho de 2015


Ayo! Como vão vocês, leitores do Meu Mundo? ♥ Antes de começar o post, queria perguntar pra vocês: o que vocês acham de eu começar a disponibilizar layouts grátis para vocês? Tive um surto de inspiração e acabei fazendo mais lays do que esperava - e não quero deixá-los aqui, sem uso ;w; Me respondam nos comentários ♥

Hoje, 31 de julho, é aniversário do Harry Potter! E também, de sua criadora, a brilhante J. K. Rowling! *joga confete* Hoje também é o dia em que eu marco o meu "aniversário de fã". Já fazem quatro anos que eu entrei (ou melhor dizendo, caí) no mundo de Harry Potter, e resolvi fazer um pequeno tributo à essa saga, que tem uma importância gigantesca para mim.


Harry Potter entrou na minha vida quando eu ainda era pequena, ingênua e um pouco mais sonhadora do que atualmente. Naquela época, eu queria ser atriz. Ou cantora. Ou os dois! Eu lia um livro ou dois, e escrevia uma redação ou outra, mas minha paixão por palavras ainda não tinha florescido. Às vezes me pergunto se eu ainda teria essa paixão se Harry Potter nunca tivesse entrado na minha vida, e a resposta é bem incerta.

Eu tinha 10 anos e me recusava a ler Harry Potter. Achava muito modinha, sabe? Todo mundo lia, todo mundo assistia aos filmes. Mas eu ouvia opiniões tão superficiais. "Ah, é muito bom". Tá, mas por quê? Eu definitivamente não quero gastar dinheiro para ler algo só porque todo mundo diz que é "legal" (bem madura para uma criança, não?). Mas cedi quando uma amiga da minha mãe se ofereceu para me emprestar os livros. Comecei a ler o primeiro livro no começo de julho de 2011, e terminei o último a tempo de assistir ao filme final no dia 31 de julho, há exatamente quatro anos. Foi como cair num poço sem modo de voltar à superfície. Mas, felizmente, era um poço que levava a um lugar cheio de amor e felicidade, e eu acabei ficando lá embaixo mesmo de bom grado.

Alguns meses depois, comecei a escrever minha primeira fanfic. Aliás, minha primeira história, minha primeira tudo! Uma história com começo, meio e fim, baseada no livro que eu tanto amava. E naquela época, tinha a ideia ingênua de que um dia minha fanfic seria publicada e viraria filmes (risos eternos e vergonha alheia). Eu escrevi sobre os filhos de Harry Potter e companhia em Hogwarts, e o surgimento de um novo bruxo das trevas que eles sentiam a necessidade de derrotar. Não era uma fanfic ruim, muito pelo contrário! Eu até que tinha um vilão (razoavelmente) convincente e meus personagens eram muito awesome. Era meio estranho, com diálogos um pouco forçados e pouco desenvolvimento, buuut, era melhor do que se esperaria de uma pequena sonhadora de 11 anos. Daí minha escrita se desenvolveu. Eu comparava os meus capítulos aos do Harry e pensava no que faltava. Minha escrita melhorou. Eu me apaixonei e passava horas na frente do computador, teclando. Mas como tudo na vida, a paixão esfriou. 

E depois disso, comecei a me afastar um pouco. Passei a ler mais (por influência de Harry Potter) e a ter a mente mais aberta (depois do erro com o "HP modinha"); conhecendo mais história, me encantando com outros personagens, e com o tempo, o bruxinho acabou ficando meio de lado. Daquele lugar no fundo do poço, eu encontrei um labirinto de túneis, e acabei me perdendo do lugar onde eu caí originalmente. E eu estava vivendo bem assim, quase esquecendo da importância que essa história tem para mim, até que o Potter começou a reaparecer na minha vida nas mais diversas maneiras. 


Playlist super chique de wizard rock - sim, Harry Potter tem seu próprio gênero musical.

Primeiro, com os filmes que sempre passam na televisão; então, minha mãe, que começou a ler a série e conversa comigo sobre; e um belo dia, eu tive um surto de nostalgia e li minha antiga fanfic, cujo primeiro "livro" estava terminado e eu parei de escrever no segundo. Sinto falta de escrever; acabei parando porque não recebia comentários e tive aquela crise de auto-estima básica: estou fazendo besteira e ninguém gosta do que eu escrevo. Mas eu mudei desde então, e hoje eu vejo que eu gosto do que eu escrevia. E eu quero escrever para mim, e se outras pessoas por acaso gostarem, melhor para elas.

Então, gostaria de avisar para quem quiser ouvir: voltei a escrever minha fanfic. Na verdade, estou aos poucos reescrevendo-a. Mudei o nome (que era meio bobo), tirei cenas desencessárias e troquei aqueles diálogos ridículos que escrevi com 10 anos. Acho que a história está mais concreta e com mais foco. Você pode conferir aqui, se quiser. E vir comigo nessa onda de Hogwarts que me meti novamente. Se vocês gostarem, fiquem à vontade para comentar, dar dicas... Mas o que importa realmente agora é que eu estou amando ter voltado a  escrever, então vou tentar continuar~

Queria agradecer. Nem Harry Potter nem J. K. Rowling lerão isso, mas eu agradeço às forças misteriosas que colocaram essa saga maravilhosa na minha vida; a história que me fez perceber o quanto palavras são poderosas, e que me influenciaram muito a me tornar quem eu sou hoje. Nunca mais neglicenciarei toda essa importância que Harry Potter tem na minha vida. Não, não é meu livro preferido atualmente. Mas ele ocupa o lugar mais especial do meu coração, e não tem quem o tire de lá. Ele foi o que me definiu quando eu ainda não era ninguém. E, a isso, sou eternamente grata.

Happy Potter Day! ♥


4 comentários :

  1. Eu também era muito pequeno quando comecei a assistir, bons tempos viu :-D
    Eu estou muito curioso mesmo e pela continuação que a autora prometeu, ela disse que esta vindo uma nova aventura em hogwarts. \o/ Pensa no quanto isso vai ser legal T-T tomara que ela não cometa um erro e acabe estragando essa maravilha.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Harry Potter acho que traz boas lembranças pra todos nós, haha!
      Acho que você está falando do "Animais Fantásticos e Onde Habitam", certo? Também estou muito animada! Ela (a J.K. Rowling) está escrevendo o roteiro do filme, então acho que vai só acrescentar mais à história \o/

      Excluir
  2. Haha, eu acho que li Harry Potter só aos 12 ou 13 anos, e adiei tanto precisamente porque achava que era modinha. Mas tal como você, acabei apaixonada. Não considero que sejam os melhores livros que li, mas mesmo assim são muito bons, e bem melhores do que muitos adultos (que só viram os filmes e têm o mesmo tipo de opinião preconceituosa que nós tínhamos) parecem achar. Não apenas divertidos, com personagens carismáticas e uma realidade bem concebida, têm a sua dose de questões profundas. Eu já era uma leitora razoável quando li a saga, porém, então diria que as minhas melhorias na escrita se deram um pouco antes. Assim como a minha visão do mundo atingiu um alcance muito maior. E ainda continua a crescer ^^ A parte mais incrível deve ser essa, mesmo. Desde os meus 11 anos, que foi mais ou menos quando dei uma chance a sério aos livros, que escrevo fanfics, a maioria delas são na verdade fics originais, mas muitas prendem-se com outros fandoms. Ainda não postei nenhuma na internet porque quero dar atenção a tantas que acabo por demorar muito a concluí-las, e outras vezes, tal como você, acabo tendo de as reescrever. Mas gostaria imenso de ler essa sua fanfic um dia :) Em troca, vou tentar acabar a minha fic principal este ano. Até que já vai adiantada.

    A minha irmã leu Harry Potter aos 8 anos, e bem depressa, então sempre me surpreendeu como ela se lembra deles tão bem como eu - era tão pequena que eu julguei que ela só tinha lido, mas não absorvido, percebe? Mas não. Ele entendeu tudinho e captou todas as mensagens e emoções escondidas. E começou a ler mais desde então. É 4 anos mais nova que eu, mas a sua maneira de pensar está completamente no meu nível, sempre esteve, então digamos que é uma as "provas vivas" e que a leitura realmente ajuda as pessoas a amadurecer ^^ E eu adoro a minha irmã, por ser capaz de ter conversas mais profundas que muitos adultos. Falando nisso, ela criou ontem um blog, e eu gostava de pedir que você seguisse. Embora ela tenha boas ideias, deixa-se desmotivar depressa (digamos que é um quanto preguiçosa), e acho que se ganhasse alguns seguidores cedinho, se sentiria mais animada. O blog dela é este: http://food-astico.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já li um pouco mais nova, mas adiei uns dois ou três anos por causa da "modinha". Também não considero os melhores, ou os preferidos, mas não nego que são absurdamente importantes pra mim. Foi uma daquelas coisas que marcou minha vida. Eu gosto de ler e reler HP porque acabo percebendo essas questões profundas que não entendia quando era menor ^-^ Eu sou bem insegura com fics originais~ Criar história não é bem comigo xD Eu gosto de trabalhar os personagens, se você ler minhas fics vai perceber que isso é o principal foco das histórias. Yay! Vou ler suas fanfics também, sei que você deve escrever maravilhosamente ♥
      Haha, na verdade, eu acho que as crianças, quando menores, melhor conseguem absorver as coisas. Elas tem uma curiosidade e uma vontade de aprender que quando crescemos acabamos perdendo um pouco D: Bem, já explorei todo o blog da sua irmã e comentei e achei muito lindo (especialmente o layout Iwaoi apaixonante ♥). Os posts delas são ótimos e eu vou tentar comentar regularmente! É sempre bom ver novos blogs por aqui \o/

      Excluir

Deixe um comentário! Não se esqueça de pôr o link do seu blog (caso você tenha um, é claro) para eu dar uma olhadinha lá depois.
Kisses!