642 coisas sobre as quais escrever #7

terça-feira, 29 de agosto de 2017


Ayo! Olha como eu voltei rápido dessa vez, gente! Tô até orgulhosa de mim mesma XD E voltei revivendo o quase morto 642 coisas sobre as quais escrever - vocês acharam que eu não ia escrever uma narrativa emo pra vocês hoje?

Vamos lá? ♥



9. Complete a sequência e continue escrevendo: "meu primeiro____" ou "minha primeira_____".

"Meu primeiro beijo foi com 11 anos"  Matt admitiu, jogando um braço ao redor de Eric. 

Era final da tarde de sexta, então Amy, Thomas e Eric haviam se reunido para fazer nada juntos, uma tradição deles. Matt estava lá porque namorava Eric, Solar e Sky estavam lá porque queriam namorar Amy, e uma companhia extra sempre era bem-vinda. Eles tinham botado uma playlist de música pop genérica tocando baixinho, e fora uma canção com alguma letra genérica sobre beijar pessoas que trouxe o assunto à tona.

"Mas foi com uma menina, é claro" Matt continuou "Eu só fui perceber que podia beijar garotos também com uns 16. E, apesar de alguns obstáculos, eu beijei, obviamente." Ele olhou para Eric sorrindo presunçoso. Os dois namoravam há seis meses, mas foi um caminho ridiculamente longo e cansativo até Matt aceitar que era possível gostar de meninas e meninos também.

Eric revirou os olhos diante da típica atitude convencida do garoto. Apesar disso, os dois se aninham um ao outro ainda mais no sofá, rindo confortáveis. Os outros quatro presentes os observaram, ligeiramente tocados pela interação, mas fazendo expressões de nojo de barulhos de vômito para manterem as aparências. Até mesmo Amy, sempre impassível, lançou um olhar de diversão aos amigos, finalmente abaixando o livro de história da arte e se ajeitando na poltrona. Solar e Sky a fitaram, com olhos brilhantes, como se tudo que ela fizesse fosse incrível - o que, na visão deles, era verdade. 

Thomas tomou a atenção ao levantar a mão. Ele parecia bêbado, largado no chão e com um sorriso enorme no rosto. Mas aquele era apenas o estado natural dele.

"Eu beijei com 13!" ele exclamou, rindo alto logo em seguida. "Foi nojento. Foi em uma aposta de Verdade ou Desafio, tava todo mundo olhando pra gente. E ela beijava mal! O maior arrependimento da minha vida foi beijar aquela menina!"

Solar inclinou sobre as pernas de Sky para dar um tapa de brincadeira em Thomas. Sim, a menina era ela. O primeiro beijo deles foi realmente esquisito, com pré-adolescentes esquisitos querendo ver mais pré-adolescentes esquisitos encostarem os lábios. Depois daquilo, Solar e Thomas namoraram brevemente com 13 anos. Então, Solar percebeu que gostava de garotas, e eles resolveram ser amigos. Mesmo assim, ela não ia deixar Thomas sair impune com a brincadeira.

"Eu tô falando sério, viu?" Thomas continuou, rindo e desviando dos tapas. "Foi um lixo de beijo!"

"Como se você beijasse muito bem naquela época!" Solar deu um falso suspiro de frustração, jogando a cabeça para trás rindo logo em seguida.

"Mas como você sabe que beija bem agora, Sol?" Sky cutuca a garota com um sorriso implicante. 

"E você, cala a boca" Solar deu um peteleco na testa dele.

Já Solar e Sky eram melhores amigos de infância, já que seus pais também cresceram juntos e até mesmo o nome dos dois era combinado: sol e céu. Era difícil vê-los longe um do outro, ou se desentendendo. Já haviam passado por tudo juntos, e se compreendiam como ninguém. Agora ambos estavam apaixonados por Amy, mas aquilo não os afetava - estavam muito acima desse tipo de briga boba. Eles competiam pela atenção da garota, é claro, mas a decisão final era de Amy de qualquer jeito, e talvez ela não escolhesse nenhum dos dois, então eles sabiam que não valia a pena entrar em conflito.

"Já que estamos nesse tópico, vocês tem que falar sobre o primeiro beijo de vocês também!" Thomas praticamente berrou, apontando para o restando do grupo.

"Ei, não precisa gritar!" Matt gritou de volta, apontando para o garoto hiperativo com uma irritação exagerada.

Sky apenas riu, seu rosto em seguido tomando uma expressão pensativa. Os outros esperaram pela história dele - ele tinha algumas das histórias mais engraçadas do grupo.

"Hmmm... Acho que meu primeiro beijo foi bem normal, na verdade." ele começou "Eu tinha uma namoradinha no quarto ano, e a gente dava selinhos porque era isso que casais fazem, não é?" Sky tinha um brilho divertido nos olhos, provavelmente se lembrando do desconforto de duas crianças querendo brincar de namorar.

"Que sem-graça." Amy comentou, falando pela primeira vez na conversa e fazendo todos rirem. O rosto de Sky ficou vermelho de vergonha, e Solar não perdeu a oportunidade para rir baixinho da patada que o amigo levara.

"E você, Eric?" Sky mudou de assunto rapidamente, virando-se para o garoto. 

Eric levantou as sobrancelhas, um pouco surpreso. Então ele enrolou os cabelos longos nos dedos, lançando um olhar de exasperação aos rostos repletos de divertimento que o encaravam.

"Eu nem vou responder isso." Eric murmurou, balançando a cabeça. Matt riu e abraçou o namorado ainda mais forte.

A verdade era que todos eles sabiam que o primeiro beijo de Eric tinha sido com Matt, há seis meses. Mas, como bons amigos, fizeram questão de tentar envergonhar o garoto.

Quando as risadas e comentários cessaram, todos se viraram discretamente para Amy. A garota era muito fechada e eles sabiam absolutamente nada sobre a vida amorosa, o passado ou os sentimentos dela. Thomas e Eric haviam conseguido quebrar as barreiras da menina, mas primeiros beijos não havia sido um dos assunto discutidos, então até eles estavam curiosos. Solar e Sky, então, nem se falava. Eles pareciam prestes a alçar voo de tão empertigados que estavam.

"Eu nunca beijei." Amy confessou após alguns segundos, mas não pareceu realmente uma confissão. Seu tom era neutro, e não constrangido como o de Eric fora alguns minutos antes. "Eu não tenho problema com isso. Nunca quis, nunca fui a festas para jogar Verdade ou Desafio, e nunca me apaixonei ou tive interesse em alguém."

Esta última parte fez Solar e Sky sentirem um aperto na garganta, mas eles concordaram lentamente com a cabeça. Amy contemplou o teto por alguns segundos, considerando suas palavras.

"Não é como se eu nunca fosse gostar de ninguém" ela continuou, fazendo Solar e Sky a olharem com curiosidade. "Eu acho que um dia, talvez. Com alguém que eu seja muito, muito próxima, quem sabe. Eu tenho um pouco de curiosidade sobre como é, toda essa coisa de beijar e tal. Mas eu não faço questão, não acho muito relevante. E em toda a minha vida até o presente momento, eu me interessei muito mais por comer bolo do que por beijar pessoas."

Risadas eclodiram diante da fala, o que fez Amy dar um sorrisinho. Thomas e Eric perceberam que ela ainda estava um pouco nervosa - eles sabiam que era difícil para ela se abrir com os outros. Mas ela tinha conseguido, e os dois garotos lançaram olhares orgulhosos em sua direção. O sorriso de Amy aumentou para um largo e brilhante, e no fundo, uma música genérica sobre festejar começou a tocar.

"Okay, agora: qual a festa mais louca que vocês já foram?" Thomas puxou um novo assunto. 

As risadas, piadas e gritos aleatórios continuaram e aumentaram. E, ali, observando seus amigos, Amy percebeu que nunca fizera questão de beijar porque aquilo podia até ser bom, mas nunca seria melhor do que isso.

Ouvindo: Kissing Strangers (DNCE ft. Nicki Minaj)

Moral da história: Bros before hoes.

Alguém lembra de um texto chamado "May I hold you?" que eu escrevi em outubro do ano passado? Era esse aqui, e nele eu apresentava Amy, Thomas e Eric, meus personagens originais! Se você não lembra ou não estava aqui na época (leia aquele texto também, aliás!) os três são melhores amigos/alma-gêmeas e eu escrevo algumas ceninhas protagonizadas por eles, que são partes de uma história que eu ainda estou montando chamada Galaxy Rain.

O texto de hoje foi um desses pedaços! E dessa vez eu também apresentei o Matt, a Solar e o Sky, mais três membros do círculo de amigos deles (embora não com a mesma intimidade que o trio principal). Eu gosto de escrever sobre grupos de amigos interagindo, caso não tenham percebido -qq Se quiserem saber alguma coisa sobre eles, podem perguntar nos comentários! Eu amo falar sobre esses personagens XD

Eu gostei muito de escrever esse texto, foi muito divertido e eu escrevi num ritmo ótimo, em menos de uma hora! Mas ainda tô com aquela insegurança de que ficou meio ruim porque né, faz parte :') Também estou achando que ficou um pouco confuso por conta da maneira que eu apresentei os personagens~ Mas de qualquer forma, me digam vocês o que acharam! Críticas construtivas são sempre bem aceitas ♥

Por hoje é só! Estou feliz que consegui voltar em pouco tempo, e eu juro que dessa vez eu volto a postar com frequência e de verdade. Me desejem boa sorte!

Bye bye ♥

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe um comentário! Não se esqueça de pôr o link do seu blog (caso você tenha um, é claro) para eu dar uma olhadinha lá depois.
Kisses!